Album de Fotos Esportes

Domingo, 01 de junho de 2014 ás 02:33:00

Marinho Chagas é velado com a camisa da seleção da copa de 74 no estádio do ABC

Amigos, fãs e familiares de Marinho Chagas estão velando o ex-jogador do Botafogo e da Seleção Brasileira que morreu na madrugada deste domingo, 1, em João Pessoa, após sofrer uma hemorragia digestiva.

O estádio Frasqueirão, do ABC de Natal, é o local do velório que acontece até esta segunda-feira, às 16 horas, quando seu corpo será levado para o cemitério Morada da Paz. O sepultamento está marcado para as 17 horas.

Muitos torcedores de ABC e América, clubes da capital onde atuou o ex-lateral esquerdo da Seleção Brasileira, passaram pelo velório para dar o último adeus a ao jogador que começou sua carreira no Riachuelo, clube da Marinha, no início da década de 60.

Os filhos de Marinho Chagas com a primeira mulher, Marcelo e Márcia, que residem em Natal, estão velando o corpo do pai. A terceira filha do ex-craque da seleção, Maisa, que mora nos Estados Unidos, segundo o irmão, não poderá vir ao enterro. A última mulher de Marinho, Patricia Ribeiro, também participou do velório.

O ex-jogador está sendo velado com a camisa da Seleção Brasileira que ele usou na Copa de 74, quando foi eleito o melhor lateral do mundo pela Fifa.

Como vivia com uma aposentadoria de R$ 2,1 mil do INSS, o ex-lateral do Botafogo na semana passada tinha lançado uma lote destas camisetas para vender aos seus fãs, na versão retrô, ou seja, no mesmo modelo original.

As bandeiras do Brasil e do ABC, clube que o projetou, cobriam o caixão, que ainda recebeu camisas do Náutico, Botafogo, Fluminense e São Paulo, times que Marinho Chagas defendeu durante sua passagem pelo futebol.

O sepultamento de Marinho Chagas será nesta segunda-feira, às 17h, no cemitério Morada da Paz, em Emaús, na Grande Natal. O cortejo sairá do Estádio Frasqueirão às 16h.

Francisco das Chagas Marinho, 62 anos, nasceu em Natal no dia 8 de fevereiro de 1952, tendo iniciado a carreira no clube Riachuelo e depois seguiu para o ABC, onde despertou o interesse do Náutico de Recife. Em 1972, ele foi para o Botafogo, onde brilhou com a camisa 6 de lateral esquerdo da Estrela Solitária.

Com suas atuações memoráveis, marcando muitos gols com seu chute forte de perna esquerda, Marinho chegou  à Seleção Brasileira, quando disputou a Copa do Mundo de 1974. Ele ainda atuou pelo Fluminense e São Paulo, onde no clube paulista ganhou seu único título. Marinho Chagas ainda jogou no Cosmo de Nova Iorque ao lado de Pelé. No final da década de 80, ao voltar a Natal, o "bruxa" como era também chamado chegou a disputar algumas partidas pelo América, mas encerrou depois a carreira jogando num clube sem expressão da Alemanha.

O ex-craque da seleção voltou a Natal em 1986 e começou a trabalhar com turismo, mas depois se envolveu com a bebida e drogas. Esteve em tratamento para se livrar do alcoolismo e das drogas, mas também ficou internado por depressão.

Ultimamente, Marinho vinha fazendo eventos para divulgar as figurinhas do álbum da Copa de 2014, onde recebia cachê para dar autógrafos. Ele aparecia no álbum de todas as Copas como lateral esquerdo da seleção de 74.

Segundo o ex-jogador, mesmo aparecendo como jogador no álbum, ele não recebia nenhum direito de imagem.  

A governadora Rosalba Ciarlini esteve no velório do ex-jogador e destacou a importância de Marinho Chagas para o futebol, não apenas do Rio Grande do Norte, como de todo o mundo.

"Marinho foi nosso maior ídolo e referência no futebol potiguar, foi referência também nacional e internacional. Não podemos deixar de destacar que ele era um torcedor e vibrador com a Copa em Natal, sempre estava divulgando e levando o nome da sua cidade por onde ia. Marinho Chagas deixa saudades e lembranças marcantes das muitas alegrias que deu ao povo potiguar com seu futebol", disse a governadora.

Presidente da CBF, José Maria Marin lamentou a morte de Marinho Chagas, afirmando que foi um grande jogador, a quem admirava pelas atuações na Seleção Brasileira. Marim manifestou os pêsames à família.

A Fifa também repercutiu a morte do ex-jogador através do seu site oficial.


 



  • /sistema/app/content/img/fotos/02062014024644ebed2dd319c70b5d458a431696eaac33.jpg
    Famíliares, amigos e fãs no velório de Marinho Chagas
  • /sistema/app/content/img/fotos/02062014024644abbd5686187e44ab5ac5878c0f36d0f3.jpg
    Alberi, ex-craque do ABC, foi dar o seu adeus ao amigo
  • /sistema/app/content/img/fotos/020620140246442972bd733b1c8fc4f879faa005548a5f.jpg
    Márcia, a filha de Marinho Chagas, conversa com o marido.
  • /sistema/app/content/img/fotos/02062014024644b472f9661509e8ac3447b1936c89a240.jpg
    Amigos e fãs se despedem do ex-craque do Botafogo e Seleção Brasileira
  • /sistema/app/content/img/fotos/02062014024645d1f81b8a66678858a11657e39967baee.jpg
  • /sistema/app/content/img/fotos/020620140246452a4915b611628c76ca6af773a249216f.jpg
  • /sistema/app/content/img/fotos/0206201402464518cb8a3291753dc1ac17a7024a5aa5f5.jpg
  • /sistema/app/content/img/fotos/0206201402464589ebc068baa19980c342b095827dd8d9.jpg
  • /sistema/app/content/img/fotos/020620140246451facc53abcb48f62f95f4a74d766f46d.jpg
  • /sistema/app/content/img/fotos/02062014024645ef4baa80929fa0eea4d24d6d81c9b526.jpg
    Marcelo, filho de Marinho Chagas, conversa com amigos durante o velório
  • /sistema/app/content/img/fotos/020620140247407461ecf9c5826f80262d8593fbbaaee0.jpg
    Marcelo, filho de Marinho Chagas, emocionado, evitou dar entrevistas
  • /sistema/app/content/img/fotos/020620140247402f4e6884e0fa6d04652cb5eacbd76e11.jpg
    Márcia chora a perda do pai. Ela era quem ajudava a pagar as contas de Marinho
  • /sistema/app/content/img/fotos/020620140247404d4fdf70d759a0307177ea19da4395ec.jpg
  • /sistema/app/content/img/fotos/02062014024741711f2cb22c38443f086db45aaf3f068f.jpg
    Velório de Marinho Chagas acontece no estádio do ABC, em Ponta Negra
  • /sistema/app/content/img/fotos/020620140302232c14da40d6602a9ea46a1865cbb6f8b3.jpg
    Governadora Rosalba abraça a primeira mulher de Marinho Chagas - foto Ascom

Acontece

Cruzamento sem sinalização causa acidente e prejuízos para professora

O acidente aconteceu em fevereiro e até agosto a STTU não sinalizou o cruzamento

Passeio de buggy é o mais procurado pelos turistas que visitam Natal

Para os turistas que chegam a Natal sempre fica aquela dúvida de quais passeios a fazer, já que as opções...

Professora que acusa dentista de estupro espera que Justiça o condene

Há três anos, no dia 28 de abril de 2014, a professora de inglês Kariene Karla Soares, então 22...