Notícias Geral

Terca-feira, 03 de maio de 2011 às 16:12:00

Categorias da Saúde como médicos, dentistas e enfermagem fazem caminhada no Dia do Trabalho

Imagem da notícia

Para comemorar o Dia do Trabalhador e protestar contra a situação da saúde pública, várias entidades de categorias profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS) realizaram na manhã desse domingo, dia 1º. de maio, a Caminhada pelo Direito à Saúde.

Mesmo debaixo de chuva, os profissionais da saúde de Natal saíram em caminhada levando bandeiras e faixas em defesa do SUS e criticando a prefeita Micarla de Sousa pela privatização do setor no município.

Organizada pelos sindicatos dos Médicos (Sinmed), dos Dentistas (SOERN), dos Trabalhadores na Saúde (SindSaúde), dos Técnicos de Radiologia (SINTAR) e o dos Profissionais de Enfermagem (SIPERN), a caminhada reuniu as várias categorias para comemorar o Dia do Trabalho e também protestar pela situação da Saúde no Estado.

Entre as várias faixas presentes na caminhada, uma dizia: “Sra. Prefeita: Somos contra o Desvio do Dinheiro Público para a Iniciativa privada!”.

Outra defendia melhores salários e a saúde pública. “Servidores da Saúde em luta por Salário Digno e Saúde Pública”.

A caminhada saiu da Associação Médica, na avenida Hermes da Fonseca, e acabou no Parque das Dunas, na avenida Alexandrino de Alencar, onde foi servido um café-da-manhã para os participantes. Depois, ainda teve um show de Diogo Guanabara e da banda Macaxeira Jazz.

Em frente ao Pronto Socorro Clovis Sarinho, no hospital Walfredo Gurgel, os profissionais da saúde fizeram um ato de protesto com discursos dos presidentes dos sindicatos dos Médicos (Geraldo Ferreira), Dentistas (Ivan Tavares) e Trabalhadores na Saúde (Sônia Godeiro).

Os discursos tiveram o mesmo teor, defendendo a saúde pública e criticando a privatização do setor em Natal.  

O presidente do SOERN, Ivan Tavares, criticou a prefeita pela privatização da saúde no município. “A categoria odontológica defende a saúde pública, o SUS, e somos contra a privatização do setor”. Afirmou o sindicalista.

Para o presidente do CRO-RN, Eimar Lopes, a prefeita Micarla de Sousa precisa olhar com mais atenção a atenção básica. “As unidades básicas de Saúde estão abandonadas, a prefeita está investindo em UPAS e AME, mas esquece que o povo procura primeiro os postos de saúde dos bairros”, disse Lopes.

“Esta luta não é apenas minha ou dos médicos, mas de todos nós, cidadãos que precisam de respeito e dignidade. Seja o trabalhador que precisa de condições de trabalho adequada, seja o paciente que precisa ter garantia do seu atendimento”, disse o presidente do Sinmed RN, Geraldo Ferreira.

O senador e médico Paulo Davim (PV-RN) participou da caminhada e criticou os gestores pela situação da saúde. O senador é contra a privatização da saúde e recentemente apresentou proposta para destinar recursos para o setor.

Vários presidentes de sindicatos médicos do Brasil participaram da caminhada. Eles estavam em Natal participando de um encontro promovido pelo Sinmed. O presidente do Federação Nacional dos Médicos, Cid Carvalhaes, também participou do evento, assim como o secretário Estadual de Saúde, Domício Arruda.

O Sinmed ainda realizou show especial com Carlos Zen e Falcão no Teatro Riachuelo, no domingo, a partir das 19 horas, comemorando o Dia do Trabalho e encerrando o encontro de presidentes de sindicatos dos médicos do Brasil.

Senador Paulo Davim quer dinheiro de cigarros e loteria para financiar a Saúde

Com o argumento que o Brasil vende quase 100 bilhões de cigarros por ano, gera milhões de reais em loterias e multas de trânsito, e quase nada disso vai para a saúde, o senador potiguar Paulo Davim (PV) apresentou proposta para destinar parte dessa arrecadação para financiar a saúde pública brasileira.

Para Davim, a sua proposta é uma alternativa à volta da cobrança CPMF, o imposto do cheque que financiou anteriormente a saúde.

O primeiro projeto já foi apresentado para destinar 15% do que é recolhido em multas de trânsito para a Fundação Nacional da Saúde. O senador explica que o dinheiro seria usado para atender aos mais de 160 mil brasileiros internados por ano em razão de acidentes de trânsito.

Segundo Davin, no ano passado, 2010, o Brasil gastou 200 milhões de reais nas internações dos acidentados de trânsito. “É um problema de saúde pública e nós achamos que destinando 15% do valor das multas nós vamos dar um suporte financeiro para que se tenha uma capacidade de resolução maior dos problemas ocasionados pelo próprio acidente de trânsito”, disse o senador.

Outro projeto a ser apresentado nos próximos dias pretende destinar um prêmio anual das loterias (são sete) da Caixa Econômica para a saúde.

O senador explica que a proposta multiplica a contribuição para a saúde de loterias como a mega sena, timemania e outras, que hoje só destinam aosetor apenas três milhões de reais por ano. Para a Previdência, os recursos chegam a um bilhão de reais.

“Nós estamos oferecendo várias fontes de financiamento para que a gente não precise criar ou reeditar mais um imposto no Brasil”, afirmou Davim.

A terceira proposta do senador é ainda apresentar projeto que aumenta o imposto sobre os cigarros.

Segundo ele, as doenças provocadas pelo tabaco respondem por 8% dos gastos públicos com internação e quimioterapia. O custo anual chega a 338 milhões de reais.

Mesmo diante da reclamação da indústria do tabaco, que alega que um maço de cigarros já rende seis impostos para o tesouro, o senador do PV acha que suas propostas para gerar recursos para a saúde têm apelo popular. Ele confia que terá apoio dos líderes no Congresso para aprovar seus projetos.

Visite a galeria de fotos

Deixe o seu comentário

Enviar por e-mail

Acontece

Passeio de buggy é o mais procurado pelos turistas que visitam Natal

Para os turistas que chegam a Natal sempre fica aquela dúvida de quais passeios a fazer, já que as opções...

Professora que acusa dentista de estupro espera que Justiça o condene

Há três anos, no dia 28 de abril de 2014, a professora de inglês Kariene Karla Soares, então 22...

Mutirão de plantio de mudas de árvores nestes sábado, 11 de março

Depois de um mês de inaugurada, a Ciclo Via da Rota do Sol vai receber mais de 300 mudas de árvores, que foram...